domingo, 24 de agosto de 2014

Rafael dos Anjos se supera mais uma vez e nocauteia Ben Henderson

Rafael dos Anjos nova- MMA (Foto: Getty Images) Em franca ascensão desde 2012, Rafael dos Anjos conquistou a maior vitória de sua carreira na madrugada deste domingo, no evento principal do UFC em Tulsa, no estado de Oklahoma (EUA). Com um muay thai cada vez mais afiado pelo treinador Rafael Cordeiro, o peso-leve (até 70kg) brasileiro nocauteou o americano ex-campeão Ben Henderson aos 2m31s do primeiro round e chegou a sete triunfos nos últimos oito combates - o único revés foi para Khabib Nurmagomedov, quando o russo fez basicamente um jogo para anulá-lo. Quinto colocado no ranking de candidatos ao cinturão, Dos Anjos se aproximou ainda mais da disputa de título e deve subir na lista.
- Não tenho palavras para agradecer. Eu estava treinando para tudo. Trabalhei minha cabeça para a trocação, porque sabia que poderia vencer ali. O plano era ser paciente. Sei que não era favorito, mas queria agradecer e provei que sou capaz. Ben é o ex-campeão, eu o respeito muito, mas essa é a minha hora - disse o brasileiro no microfone do UFC após a vitória.
Rafael dos Anjos vibra com grande vitória sobre Ben Henderson (Foto: Getty Images)
Rafael dos Anjos - MMA (Foto: Getty Images) Os dois iniciaram o duelo numa trocação estudada. Rafael se aproximou e acertou um cruzado. Henderson respondeu com um gancho e aplicou o pisão frontal, desequilibrando o adversário. Rafael jogou ótima joelhada voadora que derrubou Henderson. Atordoado, o americano foi nas pernas e, quando tentou se levantar, levou um cruzado de esquerda no queixo e foi à lona, dobrando as pernas. O árbitro Big John McCarthy sentiu que Bendo estava fora de si e, acertadamente, interrompeu o duelo. Parte do público entendeu que a decisão foi precipitada e vaiou o resultado. Henderson também reclamou, mas reconheceu que precisa rever o combate para saber o que deu errado em sua estratégia.
Rafael dos Anjos acerta golpe de direita em Ben Henderson (Foto: Getty Images)
Aos 29 anos, Rafael dos Anjos, que é oriundo do jiu-jítsu, agora tem um cartel de 22 vitórias e sete derrotas. O triunfo serve para dar mais notoriedade e reconhecimento a ele, que se considerava sempre subestimado pelo público ligado ao MMA. Já Ben Henderson, um ano mais velho, sofreu o quarto revés da carreira. Desde os tempos de WEC, o americano só havia perdido para Anthony Pettis (duas vezes). E nunca, em toda a carreira, havia sido nocauteado, o que torna ainda maior o feito de Rafael.
Veja todos os resultados do "UFC: Henderson x Dos Anjos":
CARD PRINCIPAL
Rafael dos Anjos venceu Ben Henderson por nocaute aos 2m31s do round 1
Jordan Mein venceu Mike Pyle por nocaute técnico a 1m12s do round 1
Thales Leites venceu Francis Carmont por nocaute aos 20s do round 2

Max Holloway venceu Clay Collard por nocaute técnico aos 3m47s do round 3
James Vick venceu Valmir Lázaro por decisão unânime (29 a 28, 30 a 27 e 29 a 28)
Chas Skelly venceu Tom Niinimaki por finalização (mata-leão) aos 2m25s do round 1

CARD PRELIMINAR
Neil Magny venceu Alex Garcia por decisão unânime (29 a 28, 30 a 27 e 30 a 27)
Beneil Dariush venceu Tony Martin por finalização (katagatame) aos 3m38s do round 2
Matt Hobar venceu Aaron Phillips por decisão unânime (triplo 29 a 28)
Ben Saunders venceu Chris Heatherly por finalização (omoplata) aos 2m18s do round 1
Wilson Reis venceu Joby Sanchez por decisão unânime (triplo 29 a 28)