quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Robinson diz que o único opositor ao governo Rosalba é ele


Em entrevista ao Jornal Verdade, da Rede TV e reproduzida no O Jornal de Hoje o candidato ao Governo do Estado Robinson Faria (PSD) afirmou ser o único candidato da oposição e explicou os motivos. “Nós ganhamos no voto e saímos do governo porque discordamos da gestão. Já o deputado Henrique perdeu no voto, aderiu e participou e mandou no governo Rosalba".

 
Robinson deu essa declaração quando foi suscitado a responder sobre o assunto em que a jornalista levantou o questionamento “Seus adversários falam que você nunca rompeu de fato porque continua vice-governador. O que dizer a respeito disso?”
O candidato ao Governo pela coligação Liderados pelo Povo respondeu: “Muito boa essa pergunta, porque dá oportunidade do eleitor fazer a sua avaliação. Eu rompi com o Governo. Passei a dar entrevista e a me posicionar publicamente contrário ao atual governo, entregando todos os cargos que o meu grupo político tinha no atual governo, ao contrário do meu adversário, o candidato do acordão, o candidato do PMDB, que aderiu ao governo Rosalba, sem ter votado nela, sem ter doado nenhum capital para ela, aderiu a gestão, indicando seis ou sete cargos no primeiro escalão, assim como Rosalba falou em entrevista a revista Época, e participou do Conselho Político. Quem não se lembra do Conselho Político de Rosalba, quem fazia parte? O candidato Henrique Alves e o candidato a vice dele, João Maia.”
Depois, Robinson detalhou porque é oposição ao Governo. "Foram eles quem governaram nesses quatro anos o Governo Rosalba, participando de cargos importantes. Quando o governo perdeu a sua popularidade, muito embora eles tenham dito que iriam ajudar em cima de um cargo importante de presidente da Câmara Federal, mas de nada parece que serviu a "força política dele em Brasília" a prosperar. Então, o PMDB foi partícipe. O deputado Henrique foi partícipe do insucesso do Governo Rosalba. Então, há uma grande distinção: Robinson ganhou no voto e saiu do governo; o deputado Henrique perdeu no voto, aderiu e participou e mandou no governo Rosalba”,  disse.