segunda-feira, 29 de setembro de 2014

NA RETA FINAL DE CAMPANHA, QUAL INSTITUTO DE PESQUISA FALA A VERDADE?

Faltam apenas 7 dias para as eleições.
Na retíssima final da campanha, os institutos de pesquisas ainda falam linguagens bem diferentes.
Quem está falando a verdade? É isso que o leitor pergunta ao se deparar, num dia com um resultado, no outro, com outro resultado.
A verdade é que cada campanha tem a sua pesquisa.
Cada instituto que divulga pesquisa, trabalha – fazendo pesquisas de consumo interno – para uma campanha.
Se A ou B está na frente, se terá segundo turno, se há empate, virada…tudo isso a pesquisa oficial de 5 de outubro, no final da noite, é quem vai dizer.
O fato é que pesquisas eleitorais tem um único obejetivo a ser alcançado pelas candidaturas: levar o eleitor a apostar no "que vai ganhar".
O Blog bate na tecla das pesquisas ilusórias desde que foi lançado, em 2006.
De lá para cá, foi tudo igual.
Muitas apostas e muitos erros.
E o eleitor, iludido pelos números.
Uma ou outra chega até mais perto do resultado oficial, mas, como os números não batem, muitos saem com a famosa 'cara de tacho' depois do resultado oficial.
Alguns brincam com os números, mas, pela necessidade de sobrevivência, na véspera do pleito, pegam a reserva técnica, alojada na imensidão do universo de brancos, nulos, indecisos e nem aí para o basquete, adaptam à realidade, e dizem que acertaram.
Mesmo depois de terem iludido o eleitor durante 3 meses.
Já está perto.
Faltam só 7 dias.
Aí, com o resultado oficial em mãos, o eleitor vai fazer as contas e descobrir quem tentou lhe iludir.
Está bem pertinho da sociedade saber quem está mais para IPEA e IBGE.
Para lembrar, os dois órgãos do governo federal, apresentaram pesquisas erradas nos últimos meses.
A do IPEA mostrava um resultado fantasma sobre Estupro no Brasil.
A do IBGE, sobre o plano de amostragem de domicílios no país.
E já vale começar a apostar: quem vai ganhar o trofeu IPEA e o trofeu IBGE no Rio Grande do Norte?