quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Henrique Alves e Elias Fernandes ganham direito de resposta no programa de Robinson Faria 16 de outubro de 2014 por annaruth O juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Cícero Macedo, deferiu liminar determinando direito de resposta de 1 minuto do candidato Henrique Alves no programa de Robinson Faria. Elias Fernandes, ex-diretor geral do DNOCS, também ganhou um minuto de direito de resposta no programa do candidato do PSD. A representação impetrada pela coligação União pela Mudança faz referência a uma peça publicitária, exibida no programa de Robinson Faria, mostrando que a indicação de Elias Fernandes para o DNOCS foi de Henrique Alves e supostamente apontando denúncias de corrupção no órgão. O magistrado Cícero Macedo observou que Henrique Alves e Elias Fernandes comprovaram que a propaganda de Robinson Faria é de “inverdades”. Ele destacou ainda que nos autos da representação consta documentação do Tribunal de Contas da União apontando que não houve irregularidade na barragem de Congonhas. Além do direito de resposta para Henrique Alves e Elias Fernandes, o juiz determinou que o candidato do PSD se “abstenha” de exibir a peça publicitária em questão.


O juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Cícero Macedo, deferiu liminar determinando direito de resposta de 1 minuto do candidato Henrique Alves no programa de Robinson Faria. Elias Fernandes, ex-diretor geral do DNOCS, também ganhou um minuto de direito de resposta no programa do candidato do PSD.
A representação impetrada pela coligação União pela Mudança faz referência a uma peça publicitária, exibida no programa de Robinson Faria, mostrando que a indicação de Elias Fernandes para o DNOCS foi de Henrique Alves e supostamente apontando denúncias de corrupção no órgão.
O magistrado Cícero Macedo observou que Henrique Alves e Elias Fernandes comprovaram que a propaganda de Robinson Faria é de “inverdades”. Ele destacou ainda que nos autos da representação consta documentação do Tribunal de Contas da União apontando que não houve irregularidade na barragem de Congonhas.
Além do direito de resposta para Henrique Alves e Elias Fernandes, o juiz determinou que o candidato do PSD se “abstenha” de exibir a peça publicitária em questão.

16 de outubro de 2014 por annaruth
O juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Cícero Macedo, deferiu liminar determinando direito de resposta de 1 minuto do candidato Henrique Alves no programa de Robinson Faria. Elias Fernandes, ex-diretor geral do DNOCS, também ganhou um minuto de direito de resposta no programa do candidato do PSD.
A representação impetrada pela coligação União pela Mudança faz referência a uma peça publicitária, exibida no programa de Robinson Faria, mostrando que a indicação de Elias Fernandes para o DNOCS foi de Henrique Alves e supostamente apontando denúncias de corrupção no órgão.
O magistrado Cícero Macedo observou que Henrique Alves e Elias Fernandes comprovaram que a propaganda de Robinson Faria é de “inverdades”. Ele destacou ainda que nos autos da representação consta documentação do Tribunal de Contas da União apontando que não houve irregularidade na barragem de Congonhas.
Além do direito de resposta para Henrique Alves e Elias Fernandes, o juiz determinou que o candidato do PSD se “abstenha” de exibir a peça publicitária em questão.FONTE TRIBUNA DO NORTE