sábado, 11 de outubro de 2014

Se Lula pedir votos para Robinson, PMDB rompe com Dilma, diz Garibaldi


Líder peemedebista diz que “ninguém é Cristo para dar a cara tapas” e demonstra que paciência com PT e Dilma anda curta

O ministro da Presidência Social, Garibaldi Alves Filho, sinaliza para o rompimento do PMDB do Rio Grande do Norte com a Presidente Dilma Houssef. O comportamento do Partido dos Trabalhadores, nas eleições estaduais do RN, seria o motivo apontado pelo ministro para o afastamento do PMDB do Governo de Dilma.

De acordo com Garibaldi Alves, o PT não foi correto com o PMDB ao veicular propaganda eleitoral do ex-presidente Lula, pedindo voto para Robinson Faria, adversário do candidato peemedebista ao Governo do Estado, Henrique Alves. Para o ministro, a fala de Lula em prol de Robinson quebrou um acordo entre PMDB e PT.

Como Henrique é da base aliada da Presidente Dilma, e o PMDB integrante de seu Governo, ocupando Ministérios e tendo, inclusive, o vice-presidente da República, Michel Temer, havia o entendimento de “neutralidade” nas eleições do RN. Porém, o pacto foi “quebrado” com a participação de Lula no programa de Robinson Faria.

Nós sabemos que já tem uma gravação pronta, com Lula pedindo voto pra Robinson no segundo turno. Se isso for divulgado, aí nós vamos romper com o governo, porque ninguém é Cristo para dar a cara a tapas” -, avisou Garibaldi Filho.


Agenda _ O ministro esteve ao lado de Henrique hoje, em Mossoró, numa reunião com as lideranças políticas locais e regionais. Na próxima semana, ele voltará a Mossoró para uma jornada eleitoral de dois dias. A princípio, a agenda de Garibaldi em Mossoró está marcada para quarta (15) e quinta-feira (16).fonte blog gutemberg moura