domingo, 9 de novembro de 2014

'Muita gente gritando', diz pescador sobre acidente que matou 7 na Bahia

Tragédia ocorreu em Itapebi e deixou 28 feridos; homem ajudou no resgate.
Ônibus saiu de Ilhéus e seguia para Porto Seguro, quando caiu em rio.

Do G1 BA, 
O acidente que matou 7 pessoas e deixou 28 feridas em Itapebi, sul da Bahia, na noite de sexta-feira (7), comoveu moradores da região. Três pescadores que trabalhavam próximo ao local em que o ônibus caiu presenciaram os momentos de desespero dos passageiros. “O pessoal todo desesperado em cima do ônibus gritando, a gente quebrou o vidro e nós salvamos a vida das pessoas. Foi tenso, foi filme de terror. Se eu tivesse coração fraco não tinha resistido não. Muita gente gritando, a mãe com uma criança que estava morta e ela não queria sair de cima. Deu trabalho para tirar ela”, contou um dos pescadores.
Para a professora Nadilza Nunes, o acidente foi um choque para a população. Duas irmãs dela estavam no ônibus, uma sobreviveu e está internada, mas a outra não resistiu aos ferimentos provocados pela queda. “Foi um choque muito grande pra gente. Uma tragédia imensa, uma dor muito forte que a gente está sentindo”, conta emocionada. Entre os sete mortos está o motorista do ônibus, identificado como José da Silva Santos. Segundo a empresa de ônibus, uma das pessoas que comprou o bilhete, não embarcou.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu após a tentativa de ultrapassagem da kombi, que bateu no fundo do ônibus e provocou a queda do veículo no rio Jequitinhonha.
O ônibus chegou a ser arrastado pela correnteza por uns 30 metros. “É muito importante frisar que esse acidente, essa tragédia, foi provocado sim por uma ultrapassagem irresponsável, em local proibido, e nós temos uma testemunha ocular que eu conversei e ele narrou como foi que aconteceu”, revela Cláudio Santos, da PRF.
Agentes da delegacia de Eunápolis, no extremo sul da Bahia, informaram que o motorista da kombi será apresentado neste sábado (8), na sede da Coorpin de Eunápolis. O suspeito está detido na delegacia de Itapebi.
Acidente
Segundo informou a polícia na manhã deste sábado, de acordo com a lista de passageiros, 35 pessoas estavam dentro do ônibus que caiu no rio Jequitinhonha, no km 660, da BR-101, na região da cidade de Itapebi, na noite de sexta-feira (7). Ainda de acordo com a polícia, sete pessoas morreram, entre elas uma criança de seis anos, e 28 ficaram feridas. Dessas feridas, 24 foram encaminhadas para o Hospital Regional de Eunápolis, 2 para o Hospital de Porto Seguro, 1 no Hospital de Itapebi e 1 no Hospital de Itagimirim.

O ônibus, que seguia de Ilhéus para Porto Seguro, é da empresa Rota Transportes Rodoviários Ltda, de Itabuna. Em nota, a empresa informou que está "mobilizada para prestar assistência a todas as vítimas, providenciando o urgente e necessário atendimento médico hospitalar". Ainda por meio de nota, a Rota lamentou o trágico acidente e manifestou solidariedade às famílias das vítimas.
A Itapebi Geração de Energia, responsável pela operação da Usina Hidrelétrica (UHE) de Itapebi, localizada no rio Jequitinhonha, informou que paralisou as três turbinas que estavam em atividade para contribuir com a operação de resgate de vítimas. Em nota, a empresa relatou que também colocou à disposição do Corpo de Bombeiros a equipe de brigadistas, treinados para atuar em situações de emergência na área da usina.