domingo, 14 de dezembro de 2014

Miocic dá muito trabalho, mas Cigano retorna com vitória em grande duelo

Brasileiro é surpreendido pelo adversário no começo da luta, mas se supera e, com o boxe de sempre e ótima resistência, sai vencedor por unanimidade

Por Direto de Phoenix, EUA
Junior Cigano enfrentou uma barreira bem maior do que muitos esperavam na noite deste sábado, em Phoenix, nos EUA. Do outro lado estava um duríssimo Stipe Miocic, que mostrou mão pesada, queixo duro e muito coração. Mas o brasileiro superou as dificuldades impostas pelo adversário e também os 14 meses em que esteve parado por lesão e retornou ao octógono com uma vitória por decisão unânime dos jurados (48 a 47, 49 a 46 e 49 a 46). Para isso, ele precisou de seu boxe, da boa defesa de quedas e ainda levar sua resistência ao limite. O espetáculo foi aplaudido de pé pelos torcedores que lotaram o US Arways Center. E agora Cigano está de fato de volta ao bolo de lutadores que ocupam o topo da categoria.
- Deixa eu pedir um grande aplauso para Miocic. Ele é um grande lutador, e para mim foi um prazer. Foi uma grande luta, e é difícil voltar. Foi muito duro para mim. Ele me surpreendeu pelas derrubadas que ele tentou. Ele não constuma fazer isso. Sempre que os juízes decidem as lutas é perigoso para nós, lutadores. Fiquei com medo, mas felizmente as coisas deram certo para mim - disse o catarinense após o triunfo.
UFC Phoenix, Stipe Miocic e Junior dos Santos (Foto: Getty Images)Junior Cigano joga a esquerda em Stipe Miocic (Foto: Getty Images)
Cigano já começou acertando bom direto de direita no rosto de Miocic, que foi nas pernas e botou o brasileiro na grade. Cigano se defende bem, e eles voltaram a centro. Miocic tentou quedar de novo e quase conseguiu. Ele jogou bom golpe no rosto do adversário na sequência. Cigano respondeu com um cruzado, mas não demorou a levar dois diretos. O brasileiro se acalmou e encaixou três bons golpes. A luta ficou aberta, e Miocic também jogou duas direitas potentes que pegaram em cheio. No finzinho do round, o brasileiro conectou a mão no oponente.
Miocic esquivou de um cruzado e voltou a tentar botar para baixo no inicío do segundo assalto, mas novamente não foi eficiente. Cigano jogou vários socos e foi acertado por um direto de direita potente. Com o rosto já bem machucado, Cigano foi encurralado por Miocic por um momento e foi botado de costas na grade. Cigano conectou bons cruzados, e Miocic não o deixou sem resposta. O americano enfim conseguiu a queda no fim do round, mas o brasileiro rapidamente se levantou.
UFC Phoenix, Stipe Miocic e Cigano Junior dos Santos  (Foto: Getty Images Sport)Com o rosto bem machucado, Cigano comemora ao fim da luta (Foto: Getty Images Sport)
Miocic agarrou a perna de Cigano no terceiro round e o quedou, mas o brasileiro inverteu a posição e se levantou. O duelo esfriou um pouco, com muitos golpes jogados no vazio. Um gancho de Cigano passou raspando o queixo do americano. Miocic atacou, Cigano fez a esquiva e contra-atacou com um cruzado de direita que levou o rival ao chão. Cigano aplicou marretadas, mas Miocic se recuperou. O brasileiro ganhou terreno, conectou bom direto e levou outro.
O americano acertou um chute nas partes íntimas de Cigano na volta para o quarto round, e o duelo foi interrompido para a recuperação do brasieiro. O ex-campeão acertou bons jabs e defendeu mais uma tentativa de queda. Após um momento na grade, Cigano acertou um gancho, depois levou um direto. Miocic conectou outro direto e foi para cima, mas foi travado pelo rival. Com as costas na grade, Cigano deu uma rasteira em Miocic no minuto final e caiu por cima, só que não conseguiu mantê-lo por ali.
UFC Phoenix, Stipe Miocic e Cigano Junior dos Santos  (Foto: Getty Images Sport)Árbitro Herb Dean ergue o braço de Junior Cigano; Miocic desolado (Foto: Getty Images Sport)
Antes do quinto round, o público do ginásio aplaudiu os dois lutadores de pé, satisfeitos com o espetáculo. Contagiados pela torcida, os dois se cumprimentaram e sorriram no ínicio do assalto. E a boa troca de socos continuou, com o brasileiro acertando mais do que o americano. Cigano jogou um diretaço de direita no rosto de Miocic, que novamente não deixou sem resposta e também conectou bons diretos. O último deles empurrou Cigano na grade. O público se animou ainda mais no fim e ficou de pé, gritando de emoção. Cigano conectou um cruzado e uma joelhada no corpo. E foi fim de combate. Após o anúncio da decisão, Miocic se irritou e deixou o octógono rapidamente, com cara de poucos amigos, sem ficar nem para a entrevista.
Aos 30 anos, Cigano agora tem um cartel de 17 vitórias e três derrotas. Stipe Miocic, de 32 anos, sofreu o segundo revés em 14 lutas na carreira e teve interrompida uma sequência positiva de três combates - tinha vencido Roy Nelson, Gabriel Napão e Fábio Maldonado.
Veja todos os resultados do "UFC: Cigano x Miocic":
CARD PRINCIPAL
Junior Cigano venceu Stipe Miocic por decisão unânime (48-47, 49-46 e 49-46)
Rafael dos Anjos venceu Nate Diaz por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)
Alistair Overeem venceu Stefan Struve por nocaute aos 4m13s do R1
Matt Mitrione venceu Gabriel Napão por nocaute técnico com 1m59s do R1
CARD PRELIMINAR
Joanna Jedrzejczyk venceu Claudia Gadelha por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
John Moraga venceu Willie Gates por finalização aos 4m06s do R3.
Ben Saunders venceu Joe Riggs por finalização aos 57s do R1
Drew Dober venceu Jamie Varner por finalização com 1m53s do R1
Bryan Barberena venceu Joe Ellenberger por nocaute técnico aos 3m24s do R3
David Michaud venceu Garett Whiteley por decisão unânime (29-28, 29-28 e 30-27)
Henry Cejudo venceu Dustin Kimura por decisão unânime (triplo 30-27)
Ian Entwistle venceu Anthony Birchak por finalização com 1m04s do R1