sábado, 18 de julho de 2015

Jules Bianchi morre aos 25 anos, nove meses após grave acidente no Japão

O jovem francês é o primeiro piloto a morrer em decorrência de um acidente da
Fórmula 1 desde o trágico episódio fatal com o brasileiro Ayrton Senna, em 1994

Por Nice, França
Jules Bianchi Japão 2/10/2014 (Foto: Getty Images)Jules Bianchi em foto do dia 2 de outubro, três dias antes do acidente no Japão (Foto: Getty Images)
A família do Jules Bianchi anunciou a morte do francês de 25 anos, ocorrida na noite desta sexta-feira (madrugada de sábado na Europa), em decorrência dos ferimentos causados no acidente sofrido no GP do Japão, no início de outubro do ano passado. Jules morreu no Hospital Universitário de Nice, sua cidade natal, onde estava internado desde novembro. Ele ficou internado no Japão por quase dois meses e havia sido transferido para a França depois que seu quadro clínico foi estabilizado. Desde então, poucas novidades sobre a evolução do piloto eram divulgadas. Ele permanecia internado em estado vegetativo, sem apresentar melhoras significativas. Na semana passada, seu pai quebrou o silêncio e fez um desabafo emocionado sobre a grave situação do filho.
Confira a íntegra do comunicado da família de Bianchi, assinado pelos pais, Philip e Christine, o irmão Tom e a irmã Melanie:
"Jules lutou até o fim, como sempre, mas a sua batalha terminou. Queremos agradecer à equipe médica do Hospital Universitário de Nice, que o tratou com amor e dedicação. Também queremos agradecer à equipe do Centro Médico Geral de Mie, no Japão, que cuidou imediatamente de Jules após o acidente, bem como todos os outros médicos envolvidos na luta travada ao longo dos últimos meses.

Gostaríamos de agradecer também aos colegas de Jules, seus amigos, seus fãs e todos aqueles que demonstraram seu afeto durante este período. Eles nos deram a força para resistir nestes tempos terríveis. Ouvir e ler as inúmeras mensagens nos mostrou como Jules tinha despertado um carinho profundo em tantas pessoas ao redor do mundo.

Nós pedimos que respeitem a nossa privacidade durante este momento tão difícil, durante o qual tentaremos enfrentar a perda de Jules."

O acidente no Japão
O impressionante acidente de Bianchi aconteceu na 43ª volta da corrida em Suzuka. O francês atingiu um guindaste que removia a Sauber de Adrian Sutil, que havia rodado na saída da curva Dunlop na volta anterior. Bianchi estava a mais de 150km/h quando perdeu o controle de sua Marussia e acabou entrando debaixo do veículo que removia o carro do alemão.
Com a força do impacto, o santoantônio, estrutura feita para proteger a cabeça do piloto em caso de capotagens, ficou destruído, e o piloto foi atingido em cheio no capacete. Esta é a primeira morte na categoria em razão de um acidente de corrida desde 1994, quando Ayrton Senna perdeu a vida no GP de San Marino e uma série de medidas de segurança foram implantadas na F-1.
Jules Bianchi recebe primeiros atendimentos médicos após acidente no GP do Japão (Foto: Reprodução / Formule1nieuws.nl)Jules Bianchi recebe primeiros atendimentos médicos após acidente no GP do Japão (Foto: Reprodução / Formule1nieuws.nl)


Talento promissor
Jules Bianchi tinha 25 anos e nasceu em Nice, sudeste da França em 3 de agosto de 1989. Ele começou a competir no kart e em 2007 passou para os monopostos, acumulando bons resultados nas categorias de base. Foi campeão da Fórmula Renault 2.0 francesa logo em seu ano de estreia; terminou em terceiro na F-3 europeia em  2008 e foi campeão da categoria no ano seguinte. Em 2010, disputou a GP2, principal categoria de acesso à Fórmula 1, sendo terceiro em um ano e vice-campeão no outro. Em 2012 foi vice-campeão da F-Renault 3.5.
Os resultados expressivos na base o renderam um convite para fazer parte do programa de jovens pilotos da Ferrari em 2011, onde também exerceu o cargo de piloto de testes. Por influência da equipe italiana, fornecedora de motores da Marussia, atual Manor, Jules foi contratado pelo modesto time às vésperas do início do campeonato de 2013 para substituir o brasileiro Luiz Razia. Na temporada 2014, o francês conquistou os primeiros pontos da história do pequeno time ao chegar em nono na etapa de Mônaco.
Jules Bianchi bateu com Marussia em trator durante GP do Japão (Foto: Getty Images)Jules Bianchi bateu com Marussia em guindaste durante GP do Japão (Foto: Getty Images)