segunda-feira, 20 de julho de 2015

Número de pessoas atingidas pela chuva no RS dobra e chega a 25 mil


Excesso de chuva causa acúmulo de água em Bagé, RS (Foto: Felipe Bastos/RBS TV)Chuva deste domingo (19) agravou situação na Região Metropolitana.
Nos três estados do Sul, são mais de 90 mil afetados em 179 cidades.

Do G1 RS
Excesso de chuva causa acúmulo de água nas ruas de Bagé (Foto: Felipe Bastos/RBS TV)
O número de pessoas afetadas pelas chuvas e enchentes mais do que dobrou no Rio Grande do Sul, segundo o balanço divulgado pela Defesa Civil estadual às 17h deste domingo (19). Agora são 25.847 pessoas atingidas, das quais 1.672 estão desabrigadas. Somando os três estados do Sul (PR, RS e SC), são 179 cidades atingidas, com 90.772 pessoas afetadas, segundo os balanços mais recentes das defesas civis estaduais.
No balanço anterior, divulgada pela manhã, a Defesa Civil havia contabilizado 11.920 pessoas afetadas e 1.306 em abrigos provisórios do poder público. Segundo a Defesa Civil, o aumento é resultado da chuva forte registrada na madrugada e da cheia de rios.
O número de municípios gaúchos que registraram transtornos e prejuízos também subiu de 57 para 61. Esteio e Rolante já tiveram a situação de emergência decretada, enquanto o pedido de outras 18 prefeituras está sendo analisado pela Defesa Civil.
Força da chuva abre cratera em calçada ao lado de casa em Bagé, RS (Foto: Felipe Bastos/RBS TV)Parte de calçada cedeu com água da chuva
em Bagé (Foto: Felipe Bastos/RBS TV)
A chuva dos últimos dias também causou estragos nos outros dois estados do Sul. Em Santa Catarina, o governador Raimundo Colombo visitou cidades atingidos no sábado (18) e anunciou a liberação de recursos. São 13,511 mil pessoas afetadas em 54 cidades atingidas no estado.  
Já o Paraná tem 64 cidades atingidas pelas chuvas que caem no estado desde o dia 10. Dessas, 30 decretaram situação de emergência. A Defesa Civil contabiliza 51.414 pessoas atingidas. Uma pessoa morreu e 37 ficaram feridas por causa das chuvas.
Na Região Metropolitana de Porto Alegre, que registra alagamentos desde a semana passada, a situação piorou com a chuva na madrugada deste domingo (19). Em Esteio, o volume de chuva registrado foi de 46 milímetros, o suficiente para transbordar o Arroio Sapucaia. 
De acordo com a Defesa Civil municipal, os bairros mais atingidos são Jardim das Figueiras e Três Marias. Cerca de 150 pessoas que já havia retornado para casa nos dois bairros tiveram de sair novamente por causa de novos alagamentos. Cerca de 300 desabrigados estão instalados em cinco abrigos municipais.
Em Gravataí, o Arroio Barnabé e o Rio Gravataí transbordaram. Pelo menos quatro bairros foram atingidos. Em Alvorada, o problema é a cheia do Arroio Feijó. Há alagamentos e desabrigados também em Cachoerinha.
A chuva agora também causa estragos na Região da Campanha. Em Bagé, muitas pessoas ficaram ilhadas e cerca de 60 famílias estão desabrigadas. Por causa da força da água, parte de uma calçada na cidade cedeu. Choveu 113 milímetros no município, quase o total previsto para todo o mês de julho, que é de 140 milímetros.