sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Em Pau dos Ferros oito pessoas foram presas acusadas de roubar os pneus de uma carreta que capotou na BR 405

Equipe da Polícia Civil de Pau dos Ferros, com apoio do destacamento de São Francisco do Oeste e do Sgt Jardel, sob as orientações do delegado Inácio Rodrigues, deteve 08 pessoas com 14 pneus roubados de uma carreta que virou na última terça-feira, dia 06, próximo a São Francisco do Oeste.

Foram detidos: Francisco Henrique Vieira Bento, Francisco Jeferson Vieira de Freitas, Joseilton Wilton da Silva, José Ricardo Macena Ferreira, Antônio Cleidimar da Silva, Pedro Fernandes Junior, Almir Rogério Bezerra Guimarães e José Ronaldo Bezerra Guimarães.

As investigações tiveram início quando o responsável pela carreta registrou o boletim de ocorrência na delegacia alegando não ter conseguindo guinchar a carreta porque além da carga de melão que foi saqueada, as pessoas levaram também os pneus do veículo.

Uma equipe da delegacia foi deslocada para a cidade de São Francisco do Oeste para investigar o furto, e na madrugada de hoje (08.10.2015), quando os policiais estavam em campana, três homens num veículo do tipo Palio, cheios de ferramentas, se aproximaram da carreta e foram pegos em flagrante. No decorrer das investigações foi possível esclarecer os autores do furto e o local onde os pneus foram escondidos.

O furto dos pneus fora praticado por dois grupos distintos de São Francisco do Oeste. Os dois grupos foram responsáveis pelo furto de 07 pneus cada, totalizando 14 pneus. Todos os pneus estavam acompanhados de aros.

O que chamou à atenção da polícia, segundo o delegado Inácio Rodrigues, foi a apreensão do Palio usado pelos três homens que inicialmente foram presos, pois trata-se de um palio roubado (clone) que estaria usando a placa de outro carro.

"Esse carro já vinha sendo procurado desde o começo do ano, pois estava passando pelos radares da cidade e contraindo multas em nome de uma pessoa inocente, dona do palio legal que estava emprestando a placa para o roubado", acrescentou o delegado.

Todas as pessoas detidas na operação responderão pelo crime de furto, exceto o proprietário do veículo clonado, que responderá também pelo crime de receptação.
or