domingo, 20 de dezembro de 2015

Implacável, Dos Anjos despacha Cerrone em 66s e mantém o cinturão

Brasileiro nocauteia o rival de forma avassaladora e "aconselha" Conor McGregor a não subir para os pesos-leves: “Esta é a minha divisão e eu estou aqui para ficar"

Por Direto de Orlando, EUA
Rafael dos Anjos entrou no octógono do Ultimate deste sábado prometendo lutar como “um leão” para evitar que o título da divisão dos leves (até 70kg) fosse parar nas mãos de Donald Cerrone. E entrou faminto para o combate, conquistando uma vitória arrasadora por nocaute técnico aos 1m06s do primeiro round, na luta principal do "UFC: Dos Anjos x Cerrone", em Orlando (EUA). O brasileiro bateu o recorde de disputa de cinturão mais rápida da história do peso-leve na organização.
Rafael dos Anjos x Donald Cerrone UFC (Foto: Getty Images)Rafael dos Anjos comemora o nocaute sobre Donald Cerrone no UFC Orlando (Foto: Getty Images)
O duelo começou com os lutadores se estudando. Rafael, na base canhota, tentou um pisão frontal na linha de cintura. Ele conectou um direito de esquerda e os dois caíram para a trocação. Cerrone soltou um cruzado, Dos Anjos revidou e acertou novo chute na linha de cintura, fazendo “Caubói” se curvar todo. O brasileiro, então, partiu para cima, desferindo alguns diretos e uma combinação de mais de 25 socos no adversário, que tentou se defender como pode, mas acabou correndo. Dos Anjos, então, puxou a luta para o chão, e partiu para cima, conectando mais golpes na cabeça do adversário e obrigando o árbitro a paralisar a luta.
- Estou muito feliz, acabei de provar que vim para essa divisão para ficar. Todas as acusações que recebi... estou aqui com o cinturão e é apenas o começo da minha carreira. Donald Cerrone é um grande adversário, ele venceu oito lutas seguidas, não é fácil fazer isso nessa divisão, mas eu tenho o melhor time. Estou muito feliz! - declarou o brasileiro, ao comemorar a vitória.
Rafael dos Anjos x Donald Cerrone UFC Orlando (Foto: Getty Images)Rafael dos Anjos acerta golpe duro no rosto de Donald Cerrone (Foto: Getty Images)
Em, seguida, no entanto, ele enviou um recado para Conor McGregor, que afirmou, após nocautear José Aldo e conquistar o cinturão peso-pena, que iria subir de divisão para tomar o cinturão dos leves do vencedor do duelo de hoje:
- Ei, McGregor, você disse que queria subir de categoria, mas essa é a minha divisão. Se você quiser lutar no Brasil, ou na Irlanda, que seja. Estou aqui para ficar!
Com o triunfo de hoje, Dos Anjos chega a 25 vitórias e sete derrotas na carreira. Essa foi a primeira defesa de título do niteroiense, desde que assumiu o posto de campeão, em duelo contra Anthony Pettis, em março. Cerrone, por sua vez, viu a sua invencibilidade de oito lutas ir por água abaixo no combate deste sábado. Ele e Rafael já tinham se enfrentado, em agosto de 2013, com o brasileiro levando a melhor na decisão unânime.