quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Operação Apóstolo...Frentistas se retratam e a Justiça revoga decreto de prisão preventiva em Apodi!


Com a retratação dos oito frentistas, sendo eles seis homens e duas mulheres, a situação do presidente da Câmara Municipal de Apodi, João Evangelista, ficou pior.
Os oito frentistas do Posto Gonzaga Melo, de Apodi, detidos durante a operação apóstolo que culminou com a prisão do presidente da câmara daquele município, se retrataram na Justiça e o promotor de Justiça Eduardo Cavalcante pediu e a juíza Ana Clarisse Arruda Pereira revogou o decreto de prisão preventiva que havia sido decretada em virtude de terem mentido durante depoimento na operação.

Foram liberados após prestarem depoimentos como testemunhas:

Franciele Fernanda Barbosa de Morais
Francisco Tibério Lopes Medeiros
João Paulo de Oliveira
Paulo Henrique de Oliveira
Francisco Maxsuel da Silveira Freitas
Mozaniel de Souza Vieira
Laerton Clayton Jales Targino
Alderi Rodrigues Vieira Sobrinho
Margônia de Lima Chaves

Com a retratação dos oito frentistas, sendo eles seis homens e duas mulheres, a situação do presidente da Câmara Municipal João Evangelista ficou pior. Ele permanece preso preventivamente por ter obstruído as investigações do Ministério Público, destruindo documentos e orientando” testemunhas a mentir ou emitir em seu favor.


Mossoró Hoje